quarta-feira, 19 de março de 2014

Surdez funcional

Ontem testemunhei um fenômeno que chamo de surdez funcional. Não quero citar nomes, nem detalhar a história a ponto dos nomes se reconhecerem aqui, no improvável caso deste blog ser por ele/ela/eles/elas conhecido. Citarei números, mas duvido que ele/ela/eles/elas se reconheça(m) por eles, justo por serem o tema central da narrativa. Fará sentido...

A pessoa em questão estava maravilhada com um número que achou incrivelmente alto. Havia lido isso no dia anterior.
- Vocês sabiam que o menor valor para [grandeza] é 100 ? Gente, é muita coisa !
Na mesma hora, por se tratar de um assunto que eu conheço, sabia que estava errado. Respondi de bate-pronto:
- Olha, não é. Tem o caso X, que é 4 e alguma coisa.
Olhares se dirigiram para minha pessoa, em tom de desafio educado. Eu tinha que provar. Não era difícil, o caso é simples de achar na wikipedia. E em menos de 30 segundos, a informação precisa estava na minha tela.
- Achei, galera. Aqui está. O grandeza do caso X é 4,24, a menor que existe. Podem olhar. 
Olharam. Mas a pessoa simplesmente ignorou a informação e continuava maravilhada com o mínimo de 100. E falou isso, uma vez mais.
Fui pesquisar a fundo. Detectei 53 casos em que essa grandeza fica entre 4,24 e 16,20, ainda menos de 1/6 dos tais 100. Informação pública, em português, na wikipedia. Está lá para quem quiser saber...
Está lá para quem quiser saber.
Quiser.
Ok, encontrei o nervo central do problema. Querer. Eu já tinha presenciado incontáveis vezes o analfabetismo funcional, mas pude observar com calma a surdez funcional. A pessoa escuta mas não ouve um dado numérico científico relativamente simples. 4,24 não é 100 ! Na verdade, eu já havia visto o fenômeno incontáveis vezes, mas de algum modo, pude analisar somente agora. 
Não adianta, amigo leitor. O "100" está martelado, tatuado, gravado a ferro e rebitado no cérebro da pessoa. Não tem o que fazer a respeito.
Um dos colegas, num surto de boa vontade, sugeriu que, na verdade, 100 seja o mínimo para grandeza sob alguma condição específica. Analisei a lista de 53 casos que citei acima e a lista é diversa o suficiente para conter todos os filtros que pude imaginar. 
Enfim, caso perdido. A pessoa vai continuar falando em 100 e vai espalhar esse erro. 
Deixo para lá. Em um planeta onde as pessoas ainda rezam, o que é um erro de 20x em uma grandeza sem aplicação cotidiana?

2 comentários:

  1. Agora fiquei curioso em saber qual era o tal assunto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Binho, prefiro comentar em PVT. Procure-me :)

      Excluir