quarta-feira, 3 de junho de 2015

Um Muro com Pernas

Causou certo debate no Facebook esta semana um debate sobre mais um dos feitos fictícios de Ayrton Senna.
Tudo começou em matéria no UOL publicada dia 01/06/2015 e assinada por Julianne Cerasoli sobre o dia em que Senna abandonou uma corrida alegando que a batida que dera no muro ocorreu porque o muro se mexeu. Segue link. A matéria é o resultado de uma entrevista com Pat Symonds, então engenheiro da Toleman e hoje na Williams.
Vamos a algumas coisas que chamam a atenção na matéria. A primeira delas é a passagem "contou o inglês em entrevista exclusiva ao UOL Esporte". Porém, este blogueiro com espírito de auditor procurou algumas palavras chave no google e em menos de 5 minutos achou este link. É uma matéria em inglês, no site grandprix.com, assinada por Luís Vasconcelos e publicada dia 01/05/2015
Em primeiro lugar, faz bastante sentido uma matéria sobre Senna no aniversário de sua morte, e não um mês depois. Também é curioso o autor da matéria mais antiga ter um nome bastante brasileiro. Nota-se também que a matéria é mais extensa e mais detalhada, falando de outros aspectos da relação entre Symonds e Senna. E o mais pertinente a este caso é "the leading edge of the block was standing out by a few millimetres". Interessante como "alguns milímetros" virou "3 milimetros". "A few" pode ser 2, 3, 5 até. Segundo a matéria (ambas, no caso), algo teria movido o muro esses milímetros para dentro da pista e Senna teria batido por causa dessa diferença. 

(foto: quem era melhor e quem estava aprendendo)

Daí resolvi pesquisar sobre a corrida em si. Nada como uma passada rápida na wikipedia. E nela achamos o resultado oficial da prova. Senna abandonou na volta 47 por problemas de embreagem. Mas esses problemas teriam sido causados pela tal batida?
Não vejo como, pois exceto François Hesnault na primeira volta, em uma barreira de pneus, ninguém bateu durante a corrida. Se ninguém bateu, quem empurrou o muro para o meio da pista? E por que esperaram 47 volta para sacanear justamente com ele?

Gente, vamos parar com essa mania de aumentar os feitos de Senna?
Vamos parar de inventar coisas e endeusar Senna?
Vamos parar de chamar o cara de "herói" e chamar de "ícone" ou mesmo "ídolo"?

Que se diga algumas coisas antes de terminar este texto:
1) Senna era um pilotaço. Ninguém é campeão do mundo de nada por acaso, e ele foi três vezes.
2) Em toda essa historinha ridícula, não vi nenhuma declaração dada pessoalmente por Senna. É sempre a mesma coisa: alguém disse que ouviu dizer um cara comentando que Senna teria dito...
3) Na boa, mais chato que fã do Senna só Testemunha de Jeová, talvez. Talvez.

Um comentário:

  1. Acho que mais chato que fã do Senna, só fã do Piquet...

    ResponderExcluir